Planos de cozinha, como escolher materiais e estilo

Bancada da cozinha

A escolha de bancadas de cozinha deve ser cuidadosamente considerada. São, sem dúvida, a parte mais exposta e mais explorada da própria cozinha, a mais sujeita ao uso diário. Os fatores que entram em jogo na escolha são, portanto, diferentes: resistência, facilidade de uso e facilidade de limpeza, mas também gosto pessoal e desempenho estético.

Eles são, portanto, decisivos para a escolha de tampos de cozinha, materiais e estilo.

Quanto ao primeiro, a pesquisa é sempre ativa, para garantir alto desempenho e funcionalidade. Os materiais escolhidos devem ser capazes de suportar abrasões, choques, calor, líquidos e detergentes comuns.

Entre os materiais mais escolhidos para balcões de cozinha encontramos o laminado em primeiro lugar. Certamente é a escolha mais econômica, o que garante uma excelente relação qualidade / preço. Fácil de limpar, resistente a riscos e substâncias ácidas, como vinagre ou vinho, este é um dos favoritos e entre os mais vendidos. Ele também permite que você escolha entre uma ampla gama de estilos e acabamentos, uma vez que se presta a imitar esteticamente outros materiais considerados mais nobres, como madeira, pedra e assim por diante.

Um exemplo versátil é a cozinha Valcucine Artematica Multiline, feita de laminado laminado "multiline", que fica visível na borda das portas e está disponível em 32 cores.

Materiais de cozinha

Para aqueles que não estão satisfeitos com o tampo da cozinha laminado, que apesar de alguns dos mais baratos e vendidos tem limitações, como a baixa resistência ao calor, a oferta de materiais tem muitas alternativas para escolher em sua bancada de cozinha. Uma delas é composta de partes superiores de materiais compostos. Entre os mais conhecidos estão os compostos à base de resina e quartzo, como Okite® ou Silestone® e aqueles à base de hidróxido de alumínio, como o Corian®.

Alternativamente, você pode optar por materiais mais clássicos e tradicionais, como madeira maciça ou pedras naturais, especialmente mármore e granito. Cada um deles apresenta pontos fortes e fracos, bem como vários recursos de manutenção. Se as primeiras são muito resistentes à abrasão e ao impacto, elas são ao mesmo tempo sensíveis ao calor e às substâncias ácidas. Ponto fraco, isso, mesmo no que diz respeito às pedras naturais. As pedras certamente têm a vantagem de oferecer um excelente rendimento estético e excelente resistência a altas temperaturas, mas exigem mais manutenção, assim como madeira, que por sua vez é sensível à umidade, riscos e infiltração de líquidos.

Portanto, cada material deve estar associado à sua correta manutenção. Na foto:

Cozinha Brava em Corian® by Lube. Oferece outros desempenhos higiênicos e é fácil de limpar, resistindo também a esponjas abrasivas. Preço: a pedido, de acordo com a medida.

36e8 cozinha LAGO, disponível em vários acabamentos: vidro, Laminglass, quartzo, Wildwood, monólito, aço e aço + aço.

Vinte cozinhas de Modulnova, feitas com painel revestido em carvalho, madeira de quatro lados e pintadas com cores à base de óleos naturais e tampos em pedra de Piacenza.

Top para cozinhas

Dependendo da despesa que você está disposto a enfrentar, a escolha das bancadas de cozinha flutua entre os materiais e o estilo. O material que será decidido usar, determinará não somente o desempenho e desempenho do topo, mas também suas características estéticas.

Nesse sentido, vimos recentemente a difusão de alguns materiais menos tradicionais, mas menos caros do que os compostos de alta performance. Um exemplo é o aço inoxidável, de volta à moda não só por sua extrema praticidade e sua alta resistência ao calor, mas também pelo estilo moderno e "industrial" que dá todo o ambiente da cozinha. A tendência para um estilo mais técnico também se reflete na escolha do cimento, um material que recentemente voltou ao centro das atenções devido ao seu charme vintage. Resistente e definitivamente mais barato do que os topos de pedra ou compostos, garante versatilidade e grande flexibilidade, permitindo recriar formas e estilos de outra forma muito dispendiosos ou não praticáveis ​​com outros materiais, além de permitir a bricolagem.

Na foto: cimento ecológico para a cozinha Opale by Arrex

Tops de cozinha, como escolher materiais e estilo: bancadas de cozinha

Determinantes para a usabilidade das bancadas de cozinha, além de materiais e estilo, são as alturas do mesmo. Em nenhum outro ambiente da casa, de fato, é tão importante poder realizar as diversas ações necessárias para a preparação dos alimentos, de maneira conveniente e segura. A altura dos topos da cozinha está subordinada à da base subjacente. Geralmente, isso segue um padrão de cerca de 85 cm, excluindo a bancada, embora recentemente tenha sido registrada a tendência de bases de baixa altura, em torno de 60 cm. A espessura da parte superior pode, portanto, ser escolhida de acordo com diferentes critérios: a altura da pessoa que a utiliza, a altura das unidades de parede ou, mais simplesmente, uma escolha mais orientada para o design.

Material de cozinha das cozinhas Doimo, com tampo em Fenix ​​NTM®, material técnico com alto desempenho. Repelente de água, resistente ao calor, arranhões (possivelmente reparáveis) e anti-impressão digital, é adequado para ser usado como parte traseira da área de operação.