tapete

"> Os tapetes

O termo tapete hoje deriva de uma palavra francesa do passado usada para indicar um tipo de tapete cuja textura era particularmente densa. O tapete é distinguido por um tapete normal já ao toque, os tapetes de boa qualidade, de facto, proporcionam uma sensação distinta de veludo. A característica mais importante desta peça de mobiliário é, sem dúvida, a alta resistência que a torna ideal para aplicação em edifícios e transportes públicos. Um exemplo atual e efetivo é em Londres, onde o tapete cobre os assentos de trens do metrô e outros transportes públicos há vários anos.

O tapete teve usos diferentes ao longo do tempo, mesmo entrando na roupa. Nos anos 30 foi usado, por exemplo, na aviação para cobrir trajes militares, substituindo a pele de carneiro.

"> Características

Os tapetes podem ser de diferentes tipos, adaptando-se ao tamanho dos quartos, à cor dos móveis e ao tecido necessário. Em geral, podemos distinguir os tapetes em quatro grandes grupos: Os tapetes de veludo, cuja parte superior é feita de fibras têxteis; o carpete em fibras animais, lã e peles de seda, tecido em uma única camada; tapete vegetal, feito com algodão, linho, coco, juta ou cânhamo; carpete feito de fibras artificiais.

Por sua vez, dentro de cada grupo, existem subgrupos com características diferentes, dados pelo tipo de material utilizado e pelos métodos de processamento. Por exemplo, no que diz respeito ao tapete de veludo, de acordo com o efeito final, teremos: tapete de veludo cortado (com superfície composta de tufos de fibras cortadas); carpete de veludo bouclé (com superfície composta de vários tufos de fios), carpete de bouclé recortado (um carpete real de relevo com desenhos de dois andares um recortado o outro bouclé); alcatifa de veludo cotelê (composta de fios muito torcidos que se enroscam depois de cortados); carpete para tapete peludo, do cabelo muito mais alto que os outros. Os tapetes são vendidos em peças que geralmente podem ser 2, 3, 4 e para algumas fabricações de 5 m.

"> Por que escolher o tapete

O tapete é um piso macio, desde o tecido agradável ao toque, é silencioso e torna o ambiente acolhedor. Não só torna possível absorver choques e limitar o ruído, mas graças à sua composição de fibra permite-lhe mobiliar a sua casa escolhendo uma vasta gama de cores. As texturas podem ser densas ou reproduzir designs diferentes, tocando nas alturas das fibras ou através de múltiplos processos. Os materiais, cada vez mais selecionados, permitem manter as boas condições do carpete com mais facilidade ao longo do tempo, não exigindo cuidado excessivo. Para alérgicos, tecidos hipoalergênicos estão disponíveis em diferentes cores e métodos de processamento.

"> Carpetes: Algumas dicas para manutenção

Os tapetes devem ser tratados com cuidado e alguns conselhos simples facilitarão a manutenção ordinária ou extraordinária.

Quanto à manutenção ordinária, é necessário, como em qualquer outro local da casa, que a poeira não se acumule e, portanto, recomenda-se usar o aspirador pelo menos duas vezes por semana, prestando mais atenção nos locais mais movimentados da casa, ou particularmente sujeito ao afogamento de poeira. A operação pode levar mais tempo se houver animais com pêlo na casa.

Para trazer de volta as cores do tapete, será suficiente extrapolá-lo com um pano usando água e amônia, tomando cuidado para não exceder as quantidades de amônia (uma colher por litro) ou usando água morna e álcool (na proporção 3/4 e 1/4).