Entrevista com Paolo Colle, diretor de marketing da Veneta Cucine

Cozinhas que expressam orientações de gosto

Um stand particularmente lotado, o da Veneta Cucine na Eurocucina 2014. A presença do público cresceu 20% em relação à última edição. Conversamos com Paolo Colle, diretor de marketing, que explicou como a Veneta Cucine está focada no consumidor, que comprando uma de suas cozinhas tem uma chance de vida. Não é à toa que a atitude da empresa é chamada de "orientada para a ocasião da vida".

"O usuário final mudou o estilo de compra e, como resultado, alteramos nossos critérios de produção. Hoje não falamos mais de modelos, mas de projetos relacionados a áreas de gosto. Nosso alvo não é mais piramidal, mas feito de círculos que podem ser contaminados ", explicou Paolo Colle. Uma visão mais aberta dos estilos de compra do consumidor, expressando assim cada vez mais suas preferências, evitando a homologação.

O varejista no centro dos projetos

A personalização de sistemas prevalece. "Cabe a nós fornecer ao varejista as ferramentas para permitir que os consumidores finais criem sua própria cozinha", observou Colle. E a Veneta Cucine sempre prestou muita atenção aos varejistas, oferecendo vários serviços: da atenção escrupulosa aos detalhes na loja, até a escolha dos intervalos mais apropriados para os inúmeros pontos de venda.

No que diz respeito à Eurocucina 2014, o interesse do público nas propostas apresentadas para a ocasião foi marcante, unidos pelos dois critérios que orientaram a empresa na escolha de novos produtos: material e material. Os novos acabamentos sublinharam a importância da matéria-prima e a capacidade de interpretar os gostos e a estética do consumidor, reforçando a já citada conotação empresarial "orientada para a vida", que vai ao encontro da "orientada para o design". O contêiner projetado por Donegani & Lauda, ​​por exemplo, uma caixa de vidro que cercava a ilha central exclusiva em madeira, era o pano de fundo para o caminho através dos mundos proposto por Veneta Cucine.

Entrevista com Paolo Colle, diretor de marketing da Veneta Cucine: uma empresa em constante evolução

Ao longo dos anos, a empresa foi transformada de um nível local para um nível internacional e o modelo de negócios evoluiu para um modelo de gestão: o fundador hoje é ladeado por seus filhos e uma equipe de gerentes, cada um com seu próprio papel e competência. "Com um volume de negócios de 140 milhões de euros, o nosso volume de negócios é gerado por 70% pela Itália e por 30% pelos mercados estrangeiros, onde, naturalmente, queremos crescer ainda mais", explicou Paolo Colle. "Graças à nossa gama de produção transversal, caracterizada por materiais mais ou menos preciosos, por diferentes faixas de preço e por projetos diversificados e personalizados, pretendemos atrair uma ampla gama de usuários, mas atentos aos detalhes e qualidade dos produtos" conclui a Gerente de Marketing.