Dicas de segurança para crianças em casa

A casa amiga da criança

As crianças dão alegria à família. Para eles, tudo é feito, mas as atenções nunca são demais, dada a curiosidade inata e a velocidade com que acessam os perigos mais inesperados. Quando você compra uma casa, o foco é naqueles que a habitam e, no caso de um casal que está prestes a se casar, em primeiro lugar, pensam nas futuras crianças pequenas. Estamos à procura de uma casa segura ou tal que possamos compensar possíveis problemas imprevistos nas fábricas e na construção. As lesões estão sempre à espreita, quando falamos de crianças, pequenos exploradores dos lugares mais inesperados, cujo desejo de conhecer supera qualquer medo de novidade. As precauções a serem tomadas para a segurança das crianças em casa nunca são suficientes: você deve cobrir as bordas, colocar portões para proteger as escadas e impedir que as crianças acessem as grades.

Precauções para a saúde das crianças

A primeira precaução que deve ser tomada em uma casa onde há crianças é tentar evitar que os pequenos exploradores, tanto rastejando e depois andando, caiam de áreas muito altas. Neste caso a queda, que depende da altura, pode causar ferimentos graves e danos à pequena vítima. Por isso, é importante ter barras para fechar o acesso a locais perigosos e dispositivos de segurança para garantir a tranquilidade da criança. Em sites como o Ikea ou o La cradle, podemos encontrar todo tipo de produtos, como guardas de canto, tapetes que funcionam como antiderrapantes e qualquer outra proteção que possa tornar nossa casa segura. Podemos escolher do conforto dos parapeitos que delimitam as varandas e os blocos para a abertura das janelas.

Produtos perigosos para a segurança infantil em casa

Sem mencionar as torneiras de gás, o forno quente ao qual muitas vezes as crianças se aproximavam curiosas. Outra grande precaução para garantir a segurança das crianças em casa é armazenar medicamentos em armários altos e bem fechados, para que a pequena praga não possa alcançá-los, pelo menos até que possam mover as cadeiras e subi-las. O mesmo vale para detergentes, substâncias tóxicas e detergentes, não é o primeiro caso de crianças intoxicadas ou piores desses líquidos e produtos mortais. É melhor mantê-los seguros e próximos, trancando as portas dos armários que os contêm. No mercado existem cacifos especiais que não podem ser inspecionados, exceto por um adulto, fazer bom uso. E quanto ao banho de espuma e xampu, jogos a serem temidos?

Conselhos de segurança para crianças em casa: Eletricidade

Não vamos esquecer de mencionar tudo o que tem a ver com eletricidade. Primeiro, os soquetes que são bons são mais altos, de modo que a criança não pode alcançá-los e cobertos por segurança por tampas especiais, que também podem ser encontrados em oficinas de manutenção à prova de crianças. Os móveis, se possível, é bom que cubram os próprios soquetes para que não atraiam a atenção e o desejo de colocar algo afiado e acima de tudo metálico. Os fios onde a eletricidade é passada devem ser colocados nos canos e camuflados, como aparelhos como ferros, secadores de cabelo que nunca precisam ser deixados ao redor da casa sem vigilância. Devemos sempre lembrar que a criança imita e faz o que faz aos adultos, não há medo porque o desejo de descobrir o excede.